sábado, 30 de dezembro de 2017

A virada e o recomeço

(Este texto foi escrito e postado via celular, então erros de gramática e formatação devem ser desconsiderados)

Com uma música ou no silêncio, 
Dormindo calmamente ou na ansiedade acordado,
Tirando fotos ou só acompanhando,
Cada um o faz a sua maneira;

Em família, sozinho ou com os amigos,
Na praia, em casa ou no meio da rua,
Regado a vitórias ou arrependimentos,
Contando os segundos ou lamentando o que resta de tempo;

De vestes brancas ou coloridas, 
Ostentando ou na simplicidade,
Criando memórias e cultivando lembranças,
Nas rugas do tempo e na alegria da infância;

Crianças correndo
Para lá e para cá,
Em torno das mesas
Algumas humildes, outras fartas;

Os abraços dos irmãos, 
O carinho dos amigos,
Os beijos dos amores,
Os sorrisos, sem temores;

O coração seguindo o passo,
Com ou sem marca passo,
No compasso de uma dança,
Ou sangrando, aos pedaços;

Sozinho ou acompanhado,
Via Internet ou sentado do lado,
No comprimento contido ou no abraço apertado,
Na comunhão genuína, ou no sorriso forçado;

Pulando ondas, cruzando os dedos,
Orando, rezando ou desacreditando,
Fazendo planos e metas,
A espera de algo novo;

Amanhã é a virada do ano.
Tudo muda, ou não.
Depende de quem você foi e que pretende ser,
Nesses dias que se sucederão.

Independente de como passar,
Com sentimento de amargura ou com histórias boas pra contar,
Ano novo é sinônimo de recomeço,
De transformações a partir de atitudes de mudança;

Correndo pra frente, parado ou querendo voltar,
Tente ser melhor amanhã, do que o seu eu de ontem,
Pois o seu 2018 só será diferente,
Se você decidir mudar;

NEVES, G. L. L.

0 comentários:

Postar um comentário